Atendimento

Ligações / Desligações de Energia

Pedido de ligação

Qualquer pedido de ligação deverá ser feito apenas através do atendimento presencial, na Rua Amazonas, 65, centro, de segunda a sexta-feira, das 8h as 17h.

O consumidor deverá apresentar os seguintes documentos no ato do pedido:

Pessoa física

  • Cadastro Pessoa Física - CPF
  • Documento oficial com foto (RG, CNH, Carteira de trabalho)

Pessoa jurídica

  • Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica - CNPJ
  • Cópia do Ato de Constituição da Empresa e suas alterações (Contrato Social ou Estatuto)
  • Documento oficial com foto (RG, CNH, Carteira de trabalho) do responsável pela empresa

Condomínio

  • Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica - CNPJ (caso tenha)
  • Cópia da Ata de nomeação do síndico
  • Documento oficial com foto do síndico (RG, CNH, Carteira de trabalho).

Se houver débito na unidade consumidora, será necessária a apresentação das faturas pagas. Caso os débitos não sejam de responsabilidade do atual morador é só apresentar o contrato de locação do imóvel, que deve ter as firmas reconhecidas do locador e do locatário e junto com ele uma cópia do comprovante de propriedade ou administração do locador, ou comprovante de propriedade ou administração do imóvel.

Para pedidos de ligação de uma NOVA unidade consumidora, o consumidor deverá apresentar, além dos documentos citados acima, documento próprio expedido pela secretaria de planejamento "Autorização de Ligação de Luz".

No caso da solicitação for realizada por um terceiro, o mesmo deve apresentar além dos documentos acima uma procuração particular com firma reconhecida (conforme modelo disponibilizado abaixo) ou uma procuração pública.

Pedido de desligação

O pedido de desligação poderá ser solicitado pelo teleatendimento (0800 035 0196), ou pelo atendimento presencial situado na Rua Amazonas, 65 – Centro.

Maiores informações no 0800 035 0196

 

Quem Somos

As empresas do Grupo DME são: empresas públicas, ou seja, capital 100 % público; constituídas sob a forma de sociedade anônima, pois esta é a única forma societária que permite às empresas terem somente um acionista; e de capital fechado, ou seja, não poderão negociar seus valores mobiliários no mercado, constituídas nos termos da Lei Complementar Municipal n.º 111, de 26/03/2010.

 

Links

Boletim DME

Redes Sociais